A Sociedade Muda, Mas a Palavra De Deus Não

20 de janeiro de 2017
bibliaEm sua carta, Paulo deu as seguintes instruções a seu filho na fé, Tito:

“Oriente as mulheres mais velhas a viver com respeito, para que não sejam fofoqueiras nem bêbadas, mas modelos de bondade. Que as mulheres mais jovens, ao se inspirar nelas, saibam como amar o marido e os filhos, sejam virtuosas e puras, cuidem bem da casa e sejam boas esposas. Não queremos que ninguém se afaste da Mensagem de Deus por causa do comportamento delas.” (Tito 2.3-5 – A Mensagem)

Esses versículos estão afirmando que eu, como uma mulher casada há quase cinco décadas, tenho a responsabilidade de dar um bom exemplo para, assim, poder ensinar as mulheres mais jovens. Reconheço que atualmente as mulheres vivem em uma sociedade bem diferente daquela que suas mães e avós viveram. Elas enfrentam outros desafios, têm outras pressões e tensões. Porém, os valores absolutos e as prioridades não mudaram e nunca mudarão. A sociedade pode mudar, mas a Palavra de Deus não muda. Os dois primeiros versículos de Romanos 12 falam que não devemos deixar o mundo moldar os nossos pensamentos e determinar as nossas ações.

Mas o que Paulo disse em sua carta que as mulheres jovens devem saber?
  1. Como amar o marido – O amor é bem mais que um sentimento. Os sentimentos oscilam e até se modificam, mas o amor permanece para sempre. O amor precisa ser demonstrado através de palavras e ações. São as pequenas coisas que fazem com que o amor cresça: momentos reservados para compartilhar, o preparo da comida predileta dele para o jantar, um abraço, um sorriso, uma noite especial. O próprio apóstolo Paulo fornece uma descrição completa do amor em 1 Coríntios 13. Esse tipo de amor provém de Deus, que derrama o seu amor em nossos corações por meio do Espírito Santo.
  2. Como amar seus filhos – Nós amamos tanto os nossos filhos que achamos impossível eles não entenderem o quanto são amados. Contudo, será que sabemos como expressar esse amor? Nós abençoamos nossos filhos através do toque, com palavras de encorajamento, quando os valorizamos, quando dedicamos tempo a eles, e também quando disciplinamos. A Bíblia diz que quem ama o seu filho cedo o disciplina – cedo na vida e às vezes, acontece, cedo de manhã! Entretanto, a disciplina será ineficaz se o filho não tiver certeza absoluta que é amado.
  3. A importância de serem virtuosas e puras – Provérbios 31 afirma que o marido da mulher virtuosa confiava nela. Acredito que as mulheres de hoje estão muito mais expostas às tentações, e um dos motivos é o tempo que passam longe da família por causa de seus empregos ou atividades. Quando o Jaime fala sobre compromisso no casamento, ele diz que provavelmente, no decorrer dos anos, surgirá uma ou algumas oportunidades de a pessoa desenvolver um relacionamento com alguém que não seja seu marido. É comum a tentação se insinuar durante um período difícil que a família atravessa – problema com os filhos, a perda de emprego, doença etc. Quando eu me comprometo com o meu casamento, eu reconheço a necessidade de fugir de situações perigosas e a importância de dizer não aos desejos da carne. Por outro lado, temos que priorizar a nossa intimidade conjugal. Às vezes estamos tão cansadas à noite, que não queremos saber das necessidades do nosso cônjuge. Esta é uma situação bastante perigosa!
  4. A necessidade de cuidar bem da casa – O lar deve ser um refúgio para as pessoas que moram ali. Às vezes a mulher dispõe de alguém para ajudá-la na limpeza da casa, mas, mesmo assim, ainda é muito importante a sua presença dentro do lar. A mulher virtuosa “Atende ao bom andamento da sua casa e não come o pão da preguiça.” (Provérbios 31.27). Como resultado: “Levantam-se seus filhos e lhe chamam de ditosa; seu marido a louva, dizendo: Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas.” (Provérbios 31. 28-29)
  5. A prioridade de ser uma boa esposa – Na tradução Almeida, Tito 2.4 diz que a mulher é sujeita a seu próprio marido. O marido precisa de respeito e admiração. Ele precisa de apoio para desempenhar seu papel como líder do lar. Um dia ele terá que prestar contas diante de Deus pelo clima espiritual de sua casa. A mulher submissa (que se coloca sob a missão) está ajudando o marido a alcançar sucesso na missão que o Senhor confiou a ele. O mundo vai crer que Deus enviou Jesus quando constatar a unidade que há entre nós. E não existe um lugar mais importante para observar esta unidade do que dentro de nossos próprios lares. Creio que o maior testemunho que pode ser oferecido a este mundo, que precisa tanto de Jesus Cristo, é o testemunho de um lar unido.

Tudo isso tem um propósito. Deus quer que a gente aja assim “para que a Palavra de Deus não seja difamada”. Ou, como a Bíblia “A Mensagem” adverte, para “que ninguém se afaste da Mensagem de Deus por causa do seu comportamento”.

É importante reconhecer que:

A Palavra de Deus é difamada quando nós, mulheres, negligenciamos os nossos lares para cuidar da casa de Deus.

A Palavra de Deus é difamada quando desrespeitamos nossos maridos.

A Palavra de Deus é difamada quando o índice de divórcios na igreja evangélica é igual ao índice de divórcios no mundo.

Mulheres mais jovens, estou orando por vocês. Vocês têm um papel muito importante para cumprir neste mundo e, um dia, por causa do seu bom exemplo, vocês estarão prontas para ensinar outras mulheres mais jovens.

 

Judith Kemp

Share Button

Related Posts

Beleza Não Põe Mesa

Deixe seu Comentário

comentários